1/23/2013

Poesia Visual de Tchello d' Barros

Exposição de Poesia Visual de Tchello d' Barros no Castelinho do Alto da Bronze



folder da exposição

O Castelinho abriu suas portas para apresentar a mostra de poesia visual de Tchello D'Barros.Tchello dispensa apresentações. Sua trajetória poética e artística já tem uma longa relação em fortuna crítica. Então, falar sobre a poesia visual de Tchello quando Hugo Pontes já falou e disse? Prefiro ilustrar o que se sente diante da obra visual de Tchello D' Barros, rebuscando reminiscências da infãncia:
O primeiro livro que leram para mim foi "O menino do dedo verde", do francês Maurice Druon. A história, como todos sabem, é sobre um menino que tinha o dom de transformar todo lugar que tocava em imensos jardins. Tchello é daquelas pessoas que têm dedo mágico. Vai colorindo os espaços, seja das artes plásticas ou da literatura. Sem limites. Entre o texto e a imagem. Desfaz a linha ao refazer o contexto.
 As escolas podem, como sempre, agendar horário especial para suas turmas. O Castelo está encantado com a poesia do Tchello.
No folder, uma interferência que fiz na minha xilo do Castelinho, com um dos poemas visuais do Tchello. Consegues descobrir qual é?

 poesia visual de Tchello d'Barros "soneto alado"


visitantes durante a projecão


um visitante ilustre: o poeta Andre Aguiar 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

pode gostar de...

Sandra SantosGatosMuseu do botao Arte erotica Codigo Coletivo

Traduzir